Barata pode matar – A mordida pode matar uma pessoa?

Barata pode matar – A mordida pode matar uma pessoa?

Barata pode matar – A mordida pode matar uma pessoa? Sim, é possível que as baratas mordam pessoas, no entanto, isso que não quer dizer que se tiver baratas em sua casa elas irão te morder.

São insetos de hábitos noturnos, onívoros, as baratas podem comer qualquer coisa comestível, e os humanos não são uma exceção.

Mesmo com tantos tipos de baratas existindo no mundo, o leitor pode achar esta pergunta estranha e até, rir da possibilidade, mas a verdade é que sim, baratas mordem.

Por um lado, é claro que, se houvesse uma probabilidade muito grande de uma pessoa morrer em função de uma mordida de uma barata, nós todos estaríamos cientes do problema.

Por outro, como a possibilidade, ainda que remota, existe, não nos custa constituir uma espécie de FAQ (lista de perguntas frequentes) sobre o tema.

Então, a seguir, falaremos sobre o comportamento das baratas, seus hábitos peçonhentos e também, sobre os riscos que corremos com a presença delas.

Para começar, há uma comparação com outro inseto, que pode jogar uma luz inicial sobre a discussão: o barbeiro.

Sim, aquele inseto que transmite a doença de chagas, que se esconde em frestas e costuma nos picar apenas enquanto dormimos.

Não é uma explicação definitiva, mas um primeiro vislumbre, então, vamos ao que interessa.

Barata pode matar – Baratas Mordem, Sim Senhor!

Todos os tipos de baratas são capazes de nos morder, mas como já demos a entender, pelos seus hábitos, raramente tem o ímpeto (ou a coragem) de nos enfrentar durante o dia.

Em geral, estão mais interessadas naqueles três pilares da sobrevivência, válidos para qualquer espécie animal:

Alimento;
Abrigo;
Reprodução.
Portanto, considerando que as baratas não se alimentam de nós, mas sim, daquilo que descartamos, não há razão para nos atacarem.

Junte-se a isto o fato de que sua picada é pequena, podendo muito bem passar despercebida e temos o quadro final, que faz com que tenhamos a impressão de que o problema não existe.

Barata pode matar – Quais Tipos de Baratas são mais Propensas a Morder Pessoas?

Na prática, há três tipos de baratas mais comuns, todos capazes de criar problemas de saúde em função das mordidas em pessoas, vejamos quais são.

Qual as chances delas nos atacarem ou nos morderem? Em comparação com outros insetos, as baratas são muito propensas a morder pessoas.

Enquanto dormimos, no entanto, embora capazes, baratas não são agressivas o suficiente para nos morder enquanto estivermos acordados.

Barata pode matar –  Barata Alemã (Blattella Germanica)

Como você pode perceber, apesar do nome diferente, a barata germânica é um dos tipos de baratas mais comuns e também, o mais conhecido no Brasil.

É raro que as baratas alemãs queiram nos morder e mesmo assim, os casos registrados estão quase sempre ligados a infestações em larga escala.

Ou seja, em condições normais, o comportamento das baratas alemãs, as faz se alimentar de restos (incluindo pele morta), sem nos incomodar mais, do que a sua presença já incomoda.

Barata pode matar – Barata Americana (Periplaneta Americana)

A barata americana tem duas curiosidades dignas de nota. Primeiro que, apesar do nome, sua origem é africana e talvez por isso, seja menos numerosa nas Américas.

Segundo que, sendo diferenciada fisicamente com a variedade alemã, distinguir entre ambas é fácil, a americana apresenta uma coloração um pouco mais escura.

Em geral, também são maiores, podendo chegar aos 3,5 cm de comprimento e assim, sua picada é mais facilmente perceptível (simplesmente por ser maior).

De outro lado, parece ter um comportamento um pouco mais agressivo que suas congêneres, o que nos leva a um último tipo, mais destacado dentre os tipos de baratas.

Barata pode matar – Barata Australiana (Periplaneta Australasiae)

Em muitos sentidos, semelhante em aparência a versão americana, a barata australiana é grande, mais escura e também, mais agressiva que as alemãs.

Estas duas últimas variações são as principais responsáveis pelos relatos de mordidas e também, a fonte de muito que conhecemos sobre o assunto e os perigos representados por estes animais.

FAQ: Porque Devemos nos Preocupar se as Baratas Mordem. É o que esperamos responder ao final desta lista, começando pelo básico…

Barata pode matar – Como as Baratas Mordem?

A primeira coisa que precisamos fazer é corrigir nosso português. Por sua constituição física, as baratas são capazes de nos picar, não de morder.

Embora o efeito seja tão nocivo quanto, isso explica porque nem sempre notamos a picada de baratas, incluindo aí o já citado fato de se tratar de animais muito pequenos em comparação conosco.

E se neste ponto o leitor pensa em quanto um mosquito podem causar estragos com suas picadas, apesar do tamanho diminuto, cabe uma rápida explicação.

O sistema digestivo destes insetos é completamente diferente, sendo que estes últimos nos picam porque se alimentam de nosso sangue (e de outros animais).

O comportamento das baratas, ao contrário, não inclui a necessidade de nos atacar, a não ser em casos extremos (que veremos adiante).

Também por este motivo, quando nos picam, as baratas não têm o equipamento biológico apropriado para causar grandes danos aos tecidos, apenas pela picada.

Em outras palavras, como se alimentam de pele morta e restos minúsculos de comida, sua boca evoluiu para se tornar uma espécie de coletora destes restos, contando com a capacidade de “cortar” pequenos pedaços com a ajuda de “pinças”.

Daí estarmos dizendo que o mais correto seria chamar a “mordida” de “picada” de barata, apesar de tecnicamente, as baratas não fazerem nem uma coisa, nem outra.

Seja como for, para facilitar o entendimento, continuaremos utilizando a expressão “baratas mordem”, apesar de já sabermos que não é bem assim.

Afinal, independente do método utilizado, a saliva e as secreções de uma barata podem ser perniciosas.

Barata pode matar – Mas, Porque Baratas Mordem?

Porque baratas há vários relatos de mordida de baratas em pessoas? Esta pergunta é menos difícil de responder, afinal, existem vários tipos de animais que não se alimentam de nós, mas mesmo assim são capazes de nos atacar.

Para ficar em apenas um exemplo, tomemos os cachorros. Existem poucas possibilidades de um deles nos atacar, mas quando o fazem, é porque um limite foi ultrapassado.

Pode ser por questões territoriais, especialmente com cachorros selvagens ou, em casos extremos, por fome, mais ou menos como nós somos capazes de comer qualquer coisa, quando entramos em desespero.

Algo similar acontece com o comportamento das baratas em relação a nós humanos.

Sendo que podemos definir umas poucas situações nas quais baratas mordem:

Puro e simples desespero: como baratas se alimentam de quase qualquer coisa, é raro que se encontrem em uma situação de escassez, mas se (ou quando) acontecer, não tenha dúvida, nós passamos a ser uma fonte possível de alimento.

Instinto de sobrevivência: um dos maiores pesadelos de muitos de nós, envolve insetos passeando pelos nossos corpos à noite, enquanto dormimos ou mesmo, quando estamos apenas sonolentos.

Assim como reagimos violentamente a uma barata que queira passear pela cama, elas também reagem violentamente, na tentativa de sobreviver.

Erro de cálculo: pode parecer loucura, mas considerando que pele morta é alimento dentro do comportamento das baratas.

É possível que algumas queiram fazer sua coleta direto da fonte e assim, acabem picando, inadvertidamente, partes do nosso corpo.

Como se vê, independente dos diversos tipos de baratas, a picada é pouco comum tanto porque exige situações extremas, quanto porque elas não foram feitas para isso.