Limpeza de fossa séptica: qual a periodicidade?

Limpeza de fossa séptica: qual a periodicidade?

Limpeza de fossa séptica: qual a periodicidade?

Limpeza de fossa séptica: qual a periodicidade? – Em dúvida sobre qual a periodicidade ideal para limpeza de fossa séptica? Venha ler este artigo especial que preparamos para você e confira essa e muito mais dicas! Apesar de o sistema de tratamento de esgoto já estar presente.

Em muitas cidades, a fossa séptica ainda faz parte do cotidiano de diversas propriedades, principalmente de locais mais afastados, como zonas rurais, por exemplo. A fossa séptica nada mais é que a primeira estação de tratamento do esgoto, responsável por fazer a divisão da parte sólida.

E líquida desses efluentes. A partir do material sólido é formado o lodo, que acumula no fundo da fossa e precisa ser retirado periodicamente, para o bom funcionamento do sistema.


Qual deve ser a periodicidade da limpeza de fossa séptica?

A periodicidade vai depender do número de pessoas que moram em sua casa, do tamanho do reservatório que possui, a quantidade de efluentes liberados diariamente, entre outros fatores. Entretanto, é aconselhável que a limpeza de fossa séptica seja realizada, ao menos, uma vez ao ano.

No intervalo desse período, esteja sempre atento ao nível de rejeitos presentes na fossa, para que ela não transborde. A falta de manutenção da fossa séptica pode ocasionar proliferação de pragas, mau odor e transbordamento de efluentes, o que prejudica seriamente o meio ambiente.

Além disso, essa negligência dificulta o funcionamento do sistema, o que pode fazer com que o esgoto retorne para a tubulação. Por isso, nada de adiar a manutenção da sua fossa séptica, combinado?


Como funciona a limpeza de fossa séptica?

Para realizar a limpeza da fossa séptica, contrate uma desentupidora especializada. Essa é a melhor forma de fazer essa manutenção de modo seguro e eficaz. A empresa vai até sua casa e, cuidadosamente, faz a sucção dos resíduos, utilizando uma mangueira.

E um caminhão específico para a função. Depois, esse material coletado é encaminhado para destinado para tratamento.


Qual a periodicidade correta para limpeza de fossa séptica?

Os avanços das grandes cidades e do saneamento das casas levou o sistema de esgoto a muitos lares e empresas nos últimos anos, mas é comum que em muitos locais ainda existam fossa séptica. E nesses casos, é bom ficar de olho na sua manutenção.

A limpeza á importante para o bom funcionamento e para a preservação do imóvel. Uma das maiores dúvidas das pessoas sobre o assunto é quanto à periodicidade da limpeza de fossas sépticas. Essa manutenção depende de diferentes fatores, como o tamanho do reservatório.

O número de pessoas que utilizam a casa, a quantidade de água liberada, entre outros pontos relacionados ao uso. Porém, você precisa fazer a limpeza da fossa séptica pelo menos uma vez por ano para que ela tenha um melhor funcionamento de todo o seu sistema.


Como é feita a limpeza da fossa séptica

Cada fossa tem um padrão específico de limpeza, mas, no geral, a proposta da limpeza é retirar o lodo existente no fundo da fossa séptica. Para isso, o primeiro passo é retirar a tampa e deixar aberta por um tempo. É essencial que deixe respirar porque muitos gases ficam presos dentro.

A fossa séptica e podem ser perigosos à saúde depois disso, os resíduos serão retirados com a mangueira de sucção para um espaço equipado para receber efluentes, normalmente os caminhões preparados para o serviço. Esse material deve se transportado por uma equipe especializada.

E receber o devido tratamento não se espante se ainda ficar um lodo no fundo da fossa séptica. O ideal é deixar cerca de 10% do material lá dentro para que o tratamento dos efluentes não seja interrompido.


O funcionamento da fossa

Conhecer o funcionamento da fossa séptica é essencial para entender a sua necessidade de manutenção e a periodicidade de limpeza. Antes de tudo, é preciso entender que ela é uma estação de tratamento primária dos efluentes. Isso significa que a fossa séptica.

Faz a divisão dos resíduos sólidos do esgoto ela retém o esgoto da casa em um compartimento. Durante essa retenção, o material sólido sedimenta-se no fundo da fossa, formando o lodo, enquanto a parte líquida permanece acima dessas substâncias.

Após isso, as boas bactérias, ou bactérias anaeróbicas, trabalham para anular a ação de micro-organismos que podem transmitir doenças. Esse processo reduz os resíduos sólidos, líquidos e estabiliza a ação dos gases, permitindo que os líquidos retornem com maior segurança.

Para o meio ambiente. O lodo que fica no fundo da fossa séptica é o material sólido que não pôde ser decomposto durante esse processo. O seu retorno para o ambiente pode causar danos e a exposição aos humanos traz doenças. Por isso que a manutenção e limpeza da fossa.

São tão importantes.