Quando limpar a caixa de gordura?

Quando limpar a caixa de gordura?

Quando limpar a caixa de gordura?

Quando limpar a caixa de gordura? – A caixa de gordura é um item obrigatório em toda a residência. A sua função é fazer exatamente o que o nome sugere, guardar gordura. Esse dispositivo fica geralmente entre as pias da cozinha e o cano que vai direto para a fossa ou a rede coletora de esgoto.

Sua principal função é evitar que a gordura derivada da lavagem de pratos, talheres e outros utensílios de cozinha, entre pelo cano e acabar entupimento o encanamento principal.

Para ela exercer essa função é necessária uma rotina de manutenção e de limpeza para que ela nunca te deixe na mão.


Quando limpar a caixa de gordura

A quantidade ideal de limpeza de uma caixa de gordura é:

De 6 em 6 meses para caixas de gordura em residências;
De 3 em 3 meses para as caixas localizadas em apartamentos;
De 1 em 1 mês em bares e restaurantes de pequeno porte;
Toda a semana em caso de grandes restaurantes ou locais com muito uso de óleo ou gorduras.
Nem sempre lembramos de realizar essa manutenção, e a caixa acaba entupindo.

Esse é um problema que deve ser resolvido imediatamente, afinal ela não só representa um grande desconforto, mas também um risco para a saúde todos no local e para o meio ambiente.


Como saber se a caixa de gordura está entupida

Encanamentos quando entopem geralmente são bem fáceis de ser notado. A caixa de gordura não é diferente. Os principais sintomas de uma caixa de gordura entupida são:

Mau cheiro saindo da pia;
Escoamento da pia lento;
Caixa de gordura transportando;
Retorno de dejetos pelo ralo da pia.
Esses são sinais bem claro de que a caixa está entupida e precisa de solução imediata.


Como limpar a caixa de gordura

Não se engue, limpar a caixa de gordura não é nada fácil nem limpo ou cheiroso. É um processo trabalhoso que necessita de muito cuidado, tanto para proteger o encanamento como para proteger quem está executando a limpeza.


O que NÃO fazer ao limpar a caixa de gordura

Como dissemos no começo do texto, o propósito da caixa de gordura é evitar que dejetos cheguem a rede principal de coleta. Portanto não podemos ir contra esse propósito. Ou seja, ao limpar a caixa de gordura é essencial retirar a gordura da caixa e não a empurrar para dentro do cano.

Isso quer dizer: nada de jogar soda cáustica para derreter a gordura, nada de água quente ou desengordurante. Todos esses produtos irão apenas amolecer a gordura que irá escorrer para dentro do cano e solucionar o problema por alguns dias antes da gordura endurecer e piorar tudo.

Sem contar que o meio ambiente sofre muito se a gordura passar pelo cano. Ou seja, nada de derreter a gordura ao limpar a caixa.


Limpando a caixa de gordura

Para limpar a caixa de gordura é necessário primeiro a proteção pessoal e algumas ferramentas básicas para realizar a tarefa. Tenha em mãos os seguintes itens:

Máscara de gás (O cheiro é bem desagradável);
Luvas de borracha longas (de preferência até os ombros);
Raspador e espátula;
Sacos de lixo;
Roupas velhas e calçados emborrachados. A gordura dificilmente sai da roupa ou de sapatos, use vestimentas que não possuem mais uso para você;


Pé de cabra caso a tampa da caixa seja de alvenaria.

Algumas caixas de gordura são desenhadas para uma limpeza simples e cômoda. Nesses casos basta seguir as instruções do fabricante para limpá-las. Com tudo em ordem para começar, abra a tampa da caixa de gordura usando a espátula (se for uma tampa de PVC) ou um pé de cabra.

Use a mão ou uma concha para retirar toda a gordura de dentro da caixa de depositá-las dentro do saco de lixo. É um trabalho sujo, mas tem que ser feito para que a caixa volte a funcionar novamente. Evite deixar que a gordura entre para o cano principal.

Use a espátula para retirar a gordura presa na parede da caixa. É importante retirar o máximo de resíduo sólido o possível. Assim que haver apenas líquido dentro da caixa a limpeza está pronta e tudo deverá voltar a funcionar como sempre.


Como limpar a caixa de gordura

A caixa de gordura deve ser limpa para evitar que ela entupa e também para evitar que o sistema de tratamento de esgoto seja prejudicado. A limpeza é bem simples e exige bastante trabalho manual.

Na maioria dos modelos, use as luvas para proteger as mãos e abra a tampa da caia de gordura com a chave de fenda. Se ela tiver um cesto de limpeza, basta retirá-lo pela alça e jogar toda a gordura dentro da sacola plástica.

Caso não possua o cesto, use as mãos (cobertas com luva) ou algum recipiente para tirar a gordura. Nas caixas de gordura de alvenaria, os dejetos costumam grudar na parede e pode ser necessário uma espátula para a remoção completa do material.

E justamente nesse ponto que o Bicarbonato faz toda a diferença! Ao invés de ficar tentando remover a gordura com uma espátula e sem muita eficiência, você pode usar o Bicarbonato para limpar completamente as paredes e todas as peças que estão com acúmulo de gordura.

Utilizando o mesmo princípio do desentupimento dos canos. Faça o mesmo procedimento indicado para desentupir canos dentro da caixa de gordura. O bicarbonato vai soltar as placas de gordura das paredes da estrutura e facilitar bastante toda a limpeza.

Lembrando que a caixa de gordura teve estar vazia e sem água para que a combinação dos produtos tenha efeito.


Quando deve ser feita a limpeza da caixa de gordura?

Essa é uma dúvida muito comum para quem tem esse sistema instalado em um ambiente e precisa realizar a limpeza. No entanto, não existe uma regra específica para determinar quando a caixa de gordura deve ser limpa.

O ideal é ficar de olho na quantidade de gordura presente na caixa, quando ela começar a encher, é hora de limpar. Um dos sinais de que está na hora de realizar a limpeza é o escoamento lento da água da pia ou então um barulho de gargalo quando a água está escoando.

De forma geral, é recomendado os seguintes períodos:

De 6 em 6 meses para as caixas localizadas em residências comuns;
De 3 em 3 meses para caixas de gordura de apartamentos;
De 1 em 1 mês em bares e restaurantes de pequeno porte ou pousadas e albergues;
Com esses períodos como base, é possível ter a certeza de que a caixa está em excelentes condições, sem representar riscos para você e sua família ou funcionários e clientes.