Respondemos as Principais Dúvidas de Entupimento dos Canos Nos Condomínios

Respondemos as Principais Dúvidas de Entupimento dos Canos Nos Condomínios

Água retornando dos encanamentos, vazamentos, água escorrendo pelo teto e cheiro ruim saindo dos ralos, todos esses problemas são causados pelo mesmo motivo: entupimento dos canos nos condomínios.

Diante desta situação, diversas dúvidas surgem como quem é o responsável pelo conserto? Como evitar este problema? Como resolvê-lo? Para te ajudar a encarar melhor essas situações respondemos algumas das principais dúvidas. Confira!

CANO ENTUPIDO, DE QUEM É A RESPONSABILIDADE?

Para responder essa pergunta é fundamental identificar a origem do problema, só assim é possível determinar se o problema de vazamento ou entupimento, é do condomínio como um todo ou apenas de alguma unidade individual.

Caso seja problema na tubulação geral do condomínio, é o síndico que deve buscar uma solução como a contratação de um profissional especializado. Porém se o problema identificado for no encanamento do apartamento/casa é o morador que deve se responsabilizar.

O SÍNDICO É RESPONSÁVEL PELA MANUTENÇÃO PREVENTIVA NO CONDOMÍNIO?

Sim, é recomendado que os condomínios contem com um serviço periódico de limpeza e manutenção dos encanamentos. Essas empresas realizam a limpeza, anual ou semestral, de todos os ralos do condomínio, evitando que entupimento dos canos nos condomínios aconteçam e caso ocorra uma situação de emergência, normalmente os contratos já cobrem o serviço e o condomínio não terá gastos adicionais com o desentupimento.

Além da vantagem de evitar qualquer problema com entupimentos, este tipo de serviço normalmente sai mais barato do que contratar a empresa apenas para atendimentos emergenciais.

COMO OS MORADORES PODEM AJUDAR A EVITAR OS ENTUPIMENTOS?

O descarte incorreto de materiais pelo encanamento ainda é uma das principais causas do entupimento dos canos nos condomínios. Fraldas, absorventes, papel higiênico, palha de aço, preservativos, restos de alimentos, embalagens, fios de cabelos, etc. devem ser descartados no lixo e não pelos ralos.

Outro item que causa preocupação é o óleo de cozinha, muitos têm o costume de descartá-lo pelo ralo da pia, o que pode causar sérios problemas. Apesar de ser líquido, o óleo solidifica nas paredes dos canos e cria costas que impede a passagem da água, ocasionando entupimentos.

COMO O SÍNDICO DEVE AGIR PARA EVITAR OS PROBLEMAS?

Além de contratar uma empresa capacitada para a realização da manutenção preventiva é possível que o condomínio adquira máquinas desentupidoras e realize o serviço internamente, com um profissional capacitado, reduzindo ainda mais os custos.

O síndico também deve investir em campanhas de conscientização sobre a importância da prevenção do entupimento dos canos nos condomínios. Podem ser feitos cartazes para moradores e funcionários alertando sobre as medidas de prevenção, além de falar sobre o assunto nas assembleias e reuniões do condomínio.